__node: object(stdClass)#408 (36) {
  ["vid"]=>
  string(5) "24948"
  ["uid"]=>
  string(1) "1"
  ["title"]=>
  string(14) "Relação 2018"
  ["log"]=>
  string(0) ""
  ["status"]=>
  string(1) "1"
  ["comment"]=>
  string(1) "1"
  ["promote"]=>
  string(1) "0"
  ["sticky"]=>
  string(1) "0"
  ["vuuid"]=>
  string(36) "55606d77-a39f-4028-b806-a4f1ca1d4e12"
  ["nid"]=>
  string(5) "24948"
  ["type"]=>
  string(4) "page"
  ["language"]=>
  string(5) "pt-br"
  ["created"]=>
  string(10) "1471277438"
  ["changed"]=>
  string(10) "1568406117"
  ["tnid"]=>
  string(1) "0"
  ["translate"]=>
  string(1) "0"
  ["uuid"]=>
  string(36) "e6ea23cc-7be4-44d8-9108-04e815378525"
  ["revision_timestamp"]=>
  string(10) "1568406117"
  ["revision_uid"]=>
  string(1) "1"
  ["body"]=>
  array(1) {
    ["und"]=>
    array(1) {
      [0]=>
      array(5) {
        ["value"]=>
        string(201) "

" ["summary"]=> string(0) "" ["format"]=> string(9) "full_html" ["safe_value"]=> string(202) "

" ["safe_summary"]=> string(0) "" } } } ["og_group_ref"]=> array(0) { } ["conteudo_autoria"]=> array(1) { ["und"]=> array(1) { [0]=> array(3) { ["value"]=> string(15) "Agência TCE/SC" ["format"]=> NULL ["safe_value"]=> string(15) "Agência TCE/SC" } } } ["field_relatorios"]=> array(0) { } ["field_botoes"]=> array(0) { } ["hub_page_icon"]=> array(0) { } ["rdf_mapping"]=> array(9) { ["rdftype"]=> array(1) { [0]=> string(13) "foaf:Document" } ["title"]=> array(1) { ["predicates"]=> array(1) { [0]=> string(8) "dc:title" } } ["created"]=> array(3) { ["predicates"]=> array(2) { [0]=> string(7) "dc:date" [1]=> string(10) "dc:created" } ["datatype"]=> string(12) "xsd:dateTime" ["callback"]=> string(12) "date_iso8601" } ["changed"]=> array(3) { ["predicates"]=> array(1) { [0]=> string(11) "dc:modified" } ["datatype"]=> string(12) "xsd:dateTime" ["callback"]=> string(12) "date_iso8601" } ["body"]=> array(1) { ["predicates"]=> array(1) { [0]=> string(15) "content:encoded" } } ["uid"]=> array(2) { ["predicates"]=> array(1) { [0]=> string(16) "sioc:has_creator" } ["type"]=> string(3) "rel" } ["name"]=> array(1) { ["predicates"]=> array(1) { [0]=> string(9) "foaf:name" } } ["comment_count"]=> array(2) { ["predicates"]=> array(1) { [0]=> string(16) "sioc:num_replies" } ["datatype"]=> string(11) "xsd:integer" } ["last_activity"]=> array(3) { ["predicates"]=> array(1) { [0]=> string(23) "sioc:last_activity_date" } ["datatype"]=> string(12) "xsd:dateTime" ["callback"]=> string(12) "date_iso8601" } } ["cid"]=> string(1) "0" ["last_comment_timestamp"]=> string(10) "1471277438" ["last_comment_name"]=> NULL ["last_comment_uid"]=> string(1) "1" ["comment_count"]=> string(1) "0" ["name"]=> string(5) "admin" ["picture"]=> string(1) "0" ["data"]=> string(24) "a:1:{s:7:"overlay";i:1;}" ["content"]=> array(5) { ["body"]=> array(16) { ["#theme"]=> string(5) "field" ["#weight"]=> string(1) "0" ["#title"]=> string(9) "Conteúdo" ["#access"]=> bool(true) ["#label_display"]=> string(6) "hidden" ["#view_mode"]=> string(4) "full" ["#language"]=> string(3) "und" ["#field_name"]=> string(4) "body" ["#field_type"]=> string(17) "text_with_summary" ["#field_translatable"]=> string(1) "0" ["#entity_type"]=> string(4) "node" ["#bundle"]=> string(4) "page" ["#object"]=> *RECURSION* ["#items"]=> array(1) { [0]=> array(5) { ["value"]=> string(201) "

" ["summary"]=> string(0) "" ["format"]=> string(9) "full_html" ["safe_value"]=> string(202) "

" ["safe_summary"]=> string(0) "" } } ["#formatter"]=> string(12) "text_default" [0]=> array(1) { ["#markup"]=> string(202) "

" } } ["#pre_render"]=> array(1) { [0]=> string(30) "_field_extra_fields_pre_render" } ["#entity_type"]=> string(4) "node" ["#bundle"]=> string(4) "page" ["links"]=> array(5) { ["#theme"]=> string(11) "links__node" ["#pre_render"]=> array(1) { [0]=> string(23) "drupal_pre_render_links" } ["#attributes"]=> array(1) { ["class"]=> array(2) { [0]=> string(5) "links" [1]=> string(6) "inline" } } ["node"]=> array(3) { ["#theme"]=> string(17) "links__node__node" ["#links"]=> array(0) { } ["#attributes"]=> array(1) { ["class"]=> array(2) { [0]=> string(5) "links" [1]=> string(6) "inline" } } } ["comment"]=> array(3) { ["#theme"]=> string(20) "links__node__comment" ["#links"]=> array(0) { } ["#attributes"]=> array(1) { ["class"]=> array(2) { [0]=> string(5) "links" [1]=> string(6) "inline" } } } } } ["entity_view_prepared"]=> bool(true) }
__node: object(stdClass)#168 (36) {
  ["vid"]=>
  string(5) "10227"
  ["uid"]=>
  string(1) "1"
  ["title"]=>
  string(41) "Relação de responsáveis enviada ao TRE"
  ["log"]=>
  string(0) ""
  ["status"]=>
  string(1) "1"
  ["comment"]=>
  string(1) "1"
  ["promote"]=>
  string(1) "0"
  ["sticky"]=>
  string(1) "0"
  ["vuuid"]=>
  string(36) "205ab6e5-04dc-4dcb-b1e3-c93a8746db65"
  ["nid"]=>
  string(5) "10227"
  ["type"]=>
  string(4) "page"
  ["language"]=>
  string(5) "pt-br"
  ["created"]=>
  string(10) "1401301137"
  ["changed"]=>
  string(10) "1542990091"
  ["tnid"]=>
  string(1) "0"
  ["translate"]=>
  string(1) "0"
  ["uuid"]=>
  string(36) "901d9984-e937-4031-a7be-faa70a53395b"
  ["revision_timestamp"]=>
  string(10) "1542990091"
  ["revision_uid"]=>
  string(1) "1"
  ["body"]=>
  array(1) {
    ["und"]=>
    array(1) {
      [0]=>
      array(5) {
        ["value"]=>
        string(1382) "

Aqui, todo cidadão tem acesso à relação dos responsáveis por contas julgadas irregulares pelo TCE/SC nos últimos oito anos que antecedem cada eleição. Com base na Lei 9.504/1997 (Lei Eleitoral) e na Lei Complementar 135/2010 (Lei da Ficha Limpa), o TCE/SC envia a lista à Justiça Eleitoral. Na relação estão os nomes de pessoas físicas que, no exercício de cargo ou função pública, tiveram suas contas rejeitadas por irregularidade insanável em decisões das quais não cabe mais recurso (trânsito em julgado). Em anos eleitorais, o papel do TCE/SC é o de apresentar a relação à Justiça Eleitoral a quem cabe declarar a inelegibilidade dos agentes públicos.

Ao clicar no número do processo, é possível consultar a íntegra da decisão que determinou a inclusão do nome do responsável na relação e outros dados processuais. A lista do TCE/SC é mais um instrumento para o controle social e resultado da missão do órgão de controle externo de avaliar e julgar as contas dos administradores públicos quanto à exatidão dos demonstrativos contábeis, à legalidade, à legitimidade, à eficiência e à economicidade dos atos e das despesas realizadas com os recursos públicos.

" ["summary"]=> string(0) "" ["format"]=> string(9) "full_html" ["safe_value"]=> string(1368) "

Aqui, todo cidadão tem acesso à relação dos responsáveis por contas julgadas irregulares pelo TCE/SC nos últimos oito anos que antecedem cada eleição. Com base na Lei 9.504/1997 (Lei Eleitoral) e na Lei Complementar 135/2010 (Lei da Ficha Limpa), o TCE/SC envia a lista à Justiça Eleitoral. Na relação estão os nomes de pessoas físicas que, no exercício de cargo ou função pública, tiveram suas contas rejeitadas por irregularidade insanável em decisões das quais não cabe mais recurso (trânsito em julgado). Em anos eleitorais, o papel do TCE/SC é o de apresentar a relação à Justiça Eleitoral a quem cabe declarar a inelegibilidade dos agentes públicos.

Ao clicar no número do processo, é possível consultar a íntegra da decisão que determinou a inclusão do nome do responsável na relação e outros dados processuais. A lista do TCE/SC é mais um instrumento para o controle social e resultado da missão do órgão de controle externo de avaliar e julgar as contas dos administradores públicos quanto à exatidão dos demonstrativos contábeis, à legalidade, à legitimidade, à eficiência e à economicidade dos atos e das despesas realizadas com os recursos públicos.

" ["safe_summary"]=> string(0) "" } } } ["og_group_ref"]=> array(0) { } ["conteudo_autoria"]=> array(1) { ["und"]=> array(1) { [0]=> array(3) { ["value"]=> string(15) "Agência TCE/SC" ["format"]=> NULL ["safe_value"]=> string(15) "Agência TCE/SC" } } } ["field_relatorios"]=> array(0) { } ["field_botoes"]=> array(1) { ["und"]=> array(1) { [0]=> array(3) { ["target_id"]=> string(5) "24948" ["entity"]=> object(stdClass)#408 (35) { ["vid"]=> string(5) "24948" ["uid"]=> string(1) "1" ["title"]=> string(14) "Relação 2018" ["log"]=> string(0) "" ["status"]=> string(1) "1" ["comment"]=> string(1) "1" ["promote"]=> string(1) "0" ["sticky"]=> string(1) "0" ["vuuid"]=> string(36) "55606d77-a39f-4028-b806-a4f1ca1d4e12" ["nid"]=> string(5) "24948" ["type"]=> string(4) "page" ["language"]=> string(5) "pt-br" ["created"]=> string(10) "1471277438" ["changed"]=> string(10) "1568406117" ["tnid"]=> string(1) "0" ["translate"]=> string(1) "0" ["uuid"]=> string(36) "e6ea23cc-7be4-44d8-9108-04e815378525" ["revision_timestamp"]=> string(10) "1568406117" ["revision_uid"]=> string(1) "1" ["body"]=> array(1) { ["und"]=> array(1) { [0]=> array(5) { ["value"]=> string(201) "

" ["summary"]=> string(0) "" ["format"]=> string(9) "full_html" ["safe_value"]=> string(202) "

" ["safe_summary"]=> string(0) "" } } } ["og_group_ref"]=> array(0) { } ["conteudo_autoria"]=> array(1) { ["und"]=> array(1) { [0]=> array(3) { ["value"]=> string(15) "Agência TCE/SC" ["format"]=> NULL ["safe_value"]=> string(15) "Agência TCE/SC" } } } ["field_relatorios"]=> array(0) { } ["field_botoes"]=> array(0) { } ["hub_page_icon"]=> array(0) { } ["rdf_mapping"]=> array(9) { ["rdftype"]=> array(1) { [0]=> string(13) "foaf:Document" } ["title"]=> array(1) { ["predicates"]=> array(1) { [0]=> string(8) "dc:title" } } ["created"]=> array(3) { ["predicates"]=> array(2) { [0]=> string(7) "dc:date" [1]=> string(10) "dc:created" } ["datatype"]=> string(12) "xsd:dateTime" ["callback"]=> string(12) "date_iso8601" } ["changed"]=> array(3) { ["predicates"]=> array(1) { [0]=> string(11) "dc:modified" } ["datatype"]=> string(12) "xsd:dateTime" ["callback"]=> string(12) "date_iso8601" } ["body"]=> array(1) { ["predicates"]=> array(1) { [0]=> string(15) "content:encoded" } } ["uid"]=> array(2) { ["predicates"]=> array(1) { [0]=> string(16) "sioc:has_creator" } ["type"]=> string(3) "rel" } ["name"]=> array(1) { ["predicates"]=> array(1) { [0]=> string(9) "foaf:name" } } ["comment_count"]=> array(2) { ["predicates"]=> array(1) { [0]=> string(16) "sioc:num_replies" } ["datatype"]=> string(11) "xsd:integer" } ["last_activity"]=> array(3) { ["predicates"]=> array(1) { [0]=> string(23) "sioc:last_activity_date" } ["datatype"]=> string(12) "xsd:dateTime" ["callback"]=> string(12) "date_iso8601" } } ["cid"]=> string(1) "0" ["last_comment_timestamp"]=> string(10) "1471277438" ["last_comment_name"]=> NULL ["last_comment_uid"]=> string(1) "1" ["comment_count"]=> string(1) "0" ["name"]=> string(5) "admin" ["picture"]=> string(1) "0" ["data"]=> string(24) "a:1:{s:7:"overlay";i:1;}" ["entity_view_prepared"]=> bool(true) } ["access"]=> bool(true) } } } ["hub_page_icon"]=> array(1) { ["und"]=> array(1) { [0]=> array(18) { ["fid"]=> string(5) "46757" ["uid"]=> string(1) "1" ["filename"]=> string(37) "Relação Responsáveis TRE_menor.png" ["uri"]=> string(46) "public://Relação Responsáveis TRE_menor.png" ["filemime"]=> string(9) "image/png" ["filesize"]=> string(4) "1479" ["status"]=> string(1) "1" ["timestamp"]=> string(10) "1542990091" ["type"]=> string(5) "image" ["uuid"]=> string(36) "c3c4806c-eb0e-4c7e-a82d-9a5ece4dd1d8" ["field_file_image_alt_text"]=> array(0) { } ["field_file_image_title_text"]=> array(0) { } ["rdf_mapping"]=> array(0) { } ["image_dimensions"]=> array(2) { ["width"]=> string(2) "64" ["height"]=> string(2) "64" } ["alt"]=> string(0) "" ["title"]=> string(0) "" ["width"]=> string(2) "64" ["height"]=> string(2) "64" } } } ["rdf_mapping"]=> array(9) { ["rdftype"]=> array(1) { [0]=> string(13) "foaf:Document" } ["title"]=> array(1) { ["predicates"]=> array(1) { [0]=> string(8) "dc:title" } } ["created"]=> array(3) { ["predicates"]=> array(2) { [0]=> string(7) "dc:date" [1]=> string(10) "dc:created" } ["datatype"]=> string(12) "xsd:dateTime" ["callback"]=> string(12) "date_iso8601" } ["changed"]=> array(3) { ["predicates"]=> array(1) { [0]=> string(11) "dc:modified" } ["datatype"]=> string(12) "xsd:dateTime" ["callback"]=> string(12) "date_iso8601" } ["body"]=> array(1) { ["predicates"]=> array(1) { [0]=> string(15) "content:encoded" } } ["uid"]=> array(2) { ["predicates"]=> array(1) { [0]=> string(16) "sioc:has_creator" } ["type"]=> string(3) "rel" } ["name"]=> array(1) { ["predicates"]=> array(1) { [0]=> string(9) "foaf:name" } } ["comment_count"]=> array(2) { ["predicates"]=> array(1) { [0]=> string(16) "sioc:num_replies" } ["datatype"]=> string(11) "xsd:integer" } ["last_activity"]=> array(3) { ["predicates"]=> array(1) { [0]=> string(23) "sioc:last_activity_date" } ["datatype"]=> string(12) "xsd:dateTime" ["callback"]=> string(12) "date_iso8601" } } ["cid"]=> string(1) "0" ["last_comment_timestamp"]=> string(10) "1401301137" ["last_comment_name"]=> NULL ["last_comment_uid"]=> string(1) "1" ["comment_count"]=> string(1) "0" ["name"]=> string(5) "admin" ["picture"]=> string(1) "0" ["data"]=> string(24) "a:1:{s:7:"overlay";i:1;}" ["entity_view_prepared"]=> bool(true) ["content"]=> array(7) { ["body"]=> array(16) { ["#theme"]=> string(5) "field" ["#weight"]=> string(1) "0" ["#title"]=> string(9) "Conteúdo" ["#access"]=> bool(true) ["#label_display"]=> string(6) "hidden" ["#view_mode"]=> string(4) "full" ["#language"]=> string(3) "und" ["#field_name"]=> string(4) "body" ["#field_type"]=> string(17) "text_with_summary" ["#field_translatable"]=> string(1) "0" ["#entity_type"]=> string(4) "node" ["#bundle"]=> string(4) "page" ["#object"]=> *RECURSION* ["#items"]=> array(1) { [0]=> array(5) { ["value"]=> string(1382) "

Aqui, todo cidadão tem acesso à relação dos responsáveis por contas julgadas irregulares pelo TCE/SC nos últimos oito anos que antecedem cada eleição. Com base na Lei 9.504/1997 (Lei Eleitoral) e na Lei Complementar 135/2010 (Lei da Ficha Limpa), o TCE/SC envia a lista à Justiça Eleitoral. Na relação estão os nomes de pessoas físicas que, no exercício de cargo ou função pública, tiveram suas contas rejeitadas por irregularidade insanável em decisões das quais não cabe mais recurso (trânsito em julgado). Em anos eleitorais, o papel do TCE/SC é o de apresentar a relação à Justiça Eleitoral a quem cabe declarar a inelegibilidade dos agentes públicos.

Ao clicar no número do processo, é possível consultar a íntegra da decisão que determinou a inclusão do nome do responsável na relação e outros dados processuais. A lista do TCE/SC é mais um instrumento para o controle social e resultado da missão do órgão de controle externo de avaliar e julgar as contas dos administradores públicos quanto à exatidão dos demonstrativos contábeis, à legalidade, à legitimidade, à eficiência e à economicidade dos atos e das despesas realizadas com os recursos públicos.

" ["summary"]=> string(0) "" ["format"]=> string(9) "full_html" ["safe_value"]=> string(1368) "

Aqui, todo cidadão tem acesso à relação dos responsáveis por contas julgadas irregulares pelo TCE/SC nos últimos oito anos que antecedem cada eleição. Com base na Lei 9.504/1997 (Lei Eleitoral) e na Lei Complementar 135/2010 (Lei da Ficha Limpa), o TCE/SC envia a lista à Justiça Eleitoral. Na relação estão os nomes de pessoas físicas que, no exercício de cargo ou função pública, tiveram suas contas rejeitadas por irregularidade insanável em decisões das quais não cabe mais recurso (trânsito em julgado). Em anos eleitorais, o papel do TCE/SC é o de apresentar a relação à Justiça Eleitoral a quem cabe declarar a inelegibilidade dos agentes públicos.

Ao clicar no número do processo, é possível consultar a íntegra da decisão que determinou a inclusão do nome do responsável na relação e outros dados processuais. A lista do TCE/SC é mais um instrumento para o controle social e resultado da missão do órgão de controle externo de avaliar e julgar as contas dos administradores públicos quanto à exatidão dos demonstrativos contábeis, à legalidade, à legitimidade, à eficiência e à economicidade dos atos e das despesas realizadas com os recursos públicos.

" ["safe_summary"]=> string(0) "" } } ["#formatter"]=> string(12) "text_default" [0]=> array(1) { ["#markup"]=> string(1368) "

Aqui, todo cidadão tem acesso à relação dos responsáveis por contas julgadas irregulares pelo TCE/SC nos últimos oito anos que antecedem cada eleição. Com base na Lei 9.504/1997 (Lei Eleitoral) e na Lei Complementar 135/2010 (Lei da Ficha Limpa), o TCE/SC envia a lista à Justiça Eleitoral. Na relação estão os nomes de pessoas físicas que, no exercício de cargo ou função pública, tiveram suas contas rejeitadas por irregularidade insanável em decisões das quais não cabe mais recurso (trânsito em julgado). Em anos eleitorais, o papel do TCE/SC é o de apresentar a relação à Justiça Eleitoral a quem cabe declarar a inelegibilidade dos agentes públicos.

Ao clicar no número do processo, é possível consultar a íntegra da decisão que determinou a inclusão do nome do responsável na relação e outros dados processuais. A lista do TCE/SC é mais um instrumento para o controle social e resultado da missão do órgão de controle externo de avaliar e julgar as contas dos administradores públicos quanto à exatidão dos demonstrativos contábeis, à legalidade, à legitimidade, à eficiência e à economicidade dos atos e das despesas realizadas com os recursos públicos.

" } } ["#pre_render"]=> array(1) { [0]=> string(30) "_field_extra_fields_pre_render" } ["#entity_type"]=> string(4) "node" ["#bundle"]=> string(4) "page" ["links"]=> array(5) { ["#theme"]=> string(11) "links__node" ["#pre_render"]=> array(1) { [0]=> string(23) "drupal_pre_render_links" } ["#attributes"]=> array(1) { ["class"]=> array(2) { [0]=> string(5) "links" [1]=> string(6) "inline" } } ["node"]=> array(3) { ["#theme"]=> string(17) "links__node__node" ["#links"]=> array(0) { } ["#attributes"]=> array(1) { ["class"]=> array(2) { [0]=> string(5) "links" [1]=> string(6) "inline" } } } ["comment"]=> array(3) { ["#theme"]=> string(20) "links__node__comment" ["#links"]=> array(0) { } ["#attributes"]=> array(1) { ["class"]=> array(2) { [0]=> string(5) "links" [1]=> string(6) "inline" } } } } ["comments"]=> array(0) { } ["botoes"]=> array(2) { ["#markup"]=> string(1250) "

Relação 2018X

" ["#weight"]=> string(1) "2" } } }
Relação de responsáveis enviada ao TRE | Tribunal de Contas SC

Abas primárias

Aqui, todo cidadão tem acesso à relação dos responsáveis por contas julgadas irregulares pelo TCE/SC nos últimos oito anos que antecedem cada eleição. Com base na Lei 9.504/1997 (Lei Eleitoral) e na Lei Complementar 135/2010 (Lei da Ficha Limpa), o TCE/SC envia a lista à Justiça Eleitoral. Na relação estão os nomes de pessoas físicas que, no exercício de cargo ou função pública, tiveram suas contas rejeitadas por irregularidade insanável em decisões das quais não cabe mais recurso (trânsito em julgado). Em anos eleitorais, o papel do TCE/SC é o de apresentar a relação à Justiça Eleitoral a quem cabe declarar a inelegibilidade dos agentes públicos.

Ao clicar no número do processo, é possível consultar a íntegra da decisão que determinou a inclusão do nome do responsável na relação e outros dados processuais. A lista do TCE/SC é mais um instrumento para o controle social e resultado da missão do órgão de controle externo de avaliar e julgar as contas dos administradores públicos quanto à exatidão dos demonstrativos contábeis, à legalidade, à legitimidade, à eficiência e à economicidade dos atos e das despesas realizadas com os recursos públicos.